quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Vocabulário: estudando a palavra ASSET

Eu tenho me deparado com a palava ASSET com muita frequência ultimamente. A ultima vez que eu tive contato com ela foi através de um filme muito conhecido: À procura da felicidade, que originalmente é entitulado como The Pursuit of Happyness. Foi aí que eu notei que não tinha mais saída a não ser conhecê-la de perto e aplicá-la ao meu vocabulário ativo.

Quando eu digo vocabulário ativo, me refiro àquele tipo de palavra que você, além de entendê-la bem num texto escrito ou falado, você também consegue fazer seu uso adequadamente. Isto é, saber como pronunciá-la, combiná-la com outras palavras sem causar estranhamentos e, claro, conhecer o(s) seu(s) significado(s).

Asset, de início, foi meio confusa de entender porque é uma palavra mais usada por homens de negócio (business men). Numa empresa, por exemplo, asset se refere ao seu recurso econômico, o que ela tem, seu ativo, sua posse. Uma empresa pode have/hold/own/possess asset (ter bem), transfer (transferir), accumulate/acquire/buy (acumular, adquirir, comprar), dispose of/realise/sell (se dispor de, realizar,vender), increase/reduce (aumentar/diminuir), freeze/unfreeze (congelar, descongelar). Esses são os verbos que combinam antes da palavra ASSET, como em: They have hidden assets in banks around the world (Eles esconderam posses em bancos no mundo todo). Veja mais exemplos do uso da palavra ASSET com o significado de propriedade/posse:

  • Liquid assets can be sold more quickly (Ativos líquidos podem ser vendidos mais rapidamente)
  • Assets held by the company in Asia (Ativos retidos pela empresa na Ásia)
  • The business disposed of all its capital assets (A empresa se dispôs de todos os seus bens de capital)
  • He tranferred all his assets into his wife's name (Ele tranferir todos os seus bens para o nome de sua mulher)
  • The courts can order a company's assets to be frozen (Os tribunais podem ordenar que os bens de uma empresa sejam congelados)
Mas a palavra ASSET não se refere apenas aos bens de um empresa. O seu segundo significado é mais acessível ao discurso de uma pessoa comum, ou seja, que não faz necessariamente parte do mundo dos negócios. Antes de abordá-la, pra facilitar a sua relação de entendimento com a palavra ASSET, coloque na sua cabeça que ela carrega sempre um tom positivo, algo bom, valioso, um recurso útil, uma habilidade invejável, ou em outras palavras, tudo que as outras pessoas querem ter ou ser. Se uma pessoa é considerada um ASSET, por exemplo, signigica que ela é muito útil, tem uma habilidade invejável, se destaca com facilidade em determinado setor. Observe esta sentença: She will be an asset to any school she attends (Ela será uma pessoa muito útil/destacada em qualquer escola que for). O ASSET de alguma coisa, seja uma companhia, um objeto, lugar, estabelecimento, corresponde a um recurso destacado, o que traz benefício. Por exemplo: The tourist industry requires that the country's culture assets be made more accessible (A companhia de turismo requer que os recursos culturais do país sejam mais acessíveis). Veja mais exemplos da palavra ASSET com o sentido de recurso útil (de uma coisa ou pessoa):
  • The teachers are the school's biggest asset (Os professores são o maior recurso da escola)
  • Bow windows are a natural asset to any room and should be highlighted (Janelas de arco são um recurso natural para qualquer sala e devem ser realçadas)

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Inglês com diálogos – What do you usually do at the salon?


Bob: I’m pretty basic. I try to get a haircut at least once a month. I always go to the same salon because it’s near my house. Plus, the hairdresser is my close friend and he already knows my style. So If I just ask him to keep the same old cut, he’ll know I like my hair short in the back and my sideburns long. Sometimes, when I want to give a good first impression during a job interview I stop by the salon just to get a trim. What about you, Rachel?

Rachel: I’m the complete opposite of you, Bob. Some days I spend more time at the hairdresser than at my own house. But I’m a woman, and you know I always need to have my nails and eyebrows done, my legs waxed, and I’d rather do it all with the help of a professional. As for my hair, I’ve done a lot of things to change it, such as getting a perm, straightening and dying it. Besides I have bangs and everybody knows how complicated It is to keep it under control and always at the right length. There’s still the makeover and sometimes I go to the salon to get a facial. I like to take care of myself, as you must’ve noticed, but the reason I stay for so long at the salon is not just that. That’s where I find my friends to catch up on all the gossip. So it’s also about social gatherings. Sometimes I even make up the excuse of getting a wash just to chat away. 

Glossary:
  • to get a haircut: cortar o cabelo
  • the hairdresser: o cabeleireiro
  • to keep the same cut: manter o corte
  • I like my hair short in the back and my sideburns long: Eu gosto do meu cabelo curto atrás e minhas costeletas longas
  • to get a trim: dar uma aparada
  • to have nails and eyebrows done: fazer as unhas e sobrancelhas
  • to have legs waxed: depilar as pernas
  • to get a perm: fazer uma permanente
  • to straighten hair: alisar o cabelo
  • to dye hair: tingir o cabelo
  • bangs: franja
  • makeover: maquiagem
  • to get a facial: fazer limpeza de pele
  • to get a wash: lavar o cabelo

Como dizer que só a experiência comprova em Inglês?

A expressão de hoje parece ter surgido há muito tempo. Se trata de uma frase usada quando alguém recomenda julgar alguma coisa pela sua experiência prática, nunca pela aparência ou primeira impressão. Podemos imaginar que é justamente por causa disso que, quando você vai comprar um carro, por exemplo, você tem a possibilidade de fazer um test drive antes. É possível que o carro tenha uma boa aparência, boa reputação, mas não seja tudo o que você precisa ou imaginava. Se você pedir um conselho pra alguém nesse caso, pode ouvir alguém dizer:
They say it's an excellent car, but the proof of the pudding is in the eating (Dizem que é um carro excelente, mas só a experiência comprova)
Esse provérbio pode ser bem intuitivo pra nós. Sem nem ao menos pesquisarmos muito sobre a sua origem, significado, podemos imaginar o que ele quer dizer através da sua tradução literal. A ideia que passa é que um pudim, por mais bonito que pareça, só pode ser avaliado se você prová-lo. É claro que esse provérbio também pode ser usado com comida (inclusive com o próprio pudim), mas em seu sentido generalizado, pode se referir a qualquer coisa de qualidade ainda não comprovada. Note que, no exemplo dado, eu usei o provérbio inteiro "the proof of the pudding is in the eating", mas na maioria das vezes a segunda parte "is in the eating" pode ficar subtentida, resumindo o provérbio para apenas "the proof of the pudding". Veja esse exemplo:
They say it's a great place, but the proof of the pudding will be tonight. (Dizem que é um lugar ótimo, mas a prova de fogo vai ser esta noite)

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Como dizer "estar arriado os quatro pneus por alguém" em Inglês?

Suppose you're talking to one of your friends. He seems to be very excited with this girl he just met. According to him, it was love at first sight. In the middle of the conversation your friend keeps yakking about how lovely that girl is and as a slip of tongue he ends up saying:
I'm falling head over heels for her.
In Portuguese, there's an expression that goes "estar com os quatro pneus arriados por alguém". I don't know if that's an expression known throughout Brazil, but at least where I live that's how people describe it when someone is intoxicated by the feeling of love. Notice that the same way as it happens to the idiom in portuguese, the english version also refers to the circular frame or disk arranged to revolve on an axis (as in vehicles): a wheel.

O que significa "to rain on your parade"?

Imagine you've been planning your next weekend for quite a while. You've decided which place to go, which hotel you're staying in and all your friend are looking forward to it because they're also coming along. There's really too much expectation going on about that trip. Two days before the weekend though your boss comes up to you and says:
I'm sorry to rain on your parade, but this weekend you're going to have to work overtime.
Can you imagine what just happened here? It's clear that your boss came up with bad news, but what did he exactly mean by saying to rain on your parade? He meant he was sorry for ruining your pleasure or plans. Until he spoiled them, you couldn't believe how much fun you were going to have with your friends in a couple of days. Now, however, it seems your boss has brought a dark cloud over your parade and made it rain on it. There are some people that seem to get pleasure out of that. In a previous post, I mentioned people like that are known as party-poopers. They always ruin a festive moment by getting in the way.

But there are also some moments you don't really want to ruin someone's joyfulness purposely, but you know you've got to. There are some places for instance whose policies can't allow people to do certain things. If you want to smoke in closed spaces these days, someone may warn you by saying: I'm sorry to rain on your parade, but you're not allowed to smoke on the premises.

Phrasal verbs com o verbo TO HAMMER

Você pode estar meio confuso com a ideia de que também existam phrasal verbs formados a partir da palavra hammer. Isso pode ter acontecido porque essa palavra é mais comumente utilizada para se referir ao substantivo martelo, e não em forma de verbo. No Inglês, entretanto, como você ja deve está careca de saber, a maioria dos substantivos pode também assumir o formato verbal. E isso não é diferente para hammer. Agora, se hammer significa martelo, é fácil imaginar o que vem a se referir o verbo to hammer, certo? Exatamente: martelar.

Os phrasal verbs com o verbo hammer, no entanto, não se referem exatamente ao ato literal de bater com um martelo contra alguma coisa. Possuem sentidos mais figurados que, inclusive no Português, nós também utilizamos. Por exemplo, imagine um tribunal. Uma das marcas registradas de um juíz é o seu martelo, objeto geralmente utilizado para pôr ordem no ambiente ou decretar alguma decisão final. O phrasal verb HAMMER OUT lembra muito essa ideia figurada de negociar e chegar a um acordo. Leve em conta esse exemplo: They HAMMERED OUT their differences and got the contract signed. (Eles negociaram suas diferenças e assinaram o contrato). Nessa situação, foi meio que transmitida a ideia figurada de duas pessoas usando um martelo, assim como ancontece num tribunal, para chegar a uma decisão final. Todo mundo sabe, no entanto, que não foi literalmente isso que aconteceu.

Na nossa língua portuguesa, o verbo martelar pode ser também formador de muitas expressões idiomáticas. Se alguém martela ideias/regras na sua cabeça, por exemplo, é fácil entender que está apenas repetindo algo durante um certo período de tempo até que você finalmente se lembre. Essa ideia de repetir alguma coisa até que alguém a memorize é transmitida no Inglês através do phrasal verb TO HAMMER something INTO. Veja esse exemplo: He HAMMERED the rules INTO ME (Ele repetir as regras até que eu conseguisse lembrar). Leve em consideração também que, se alguém diz que martelou ideias na cabeça de uma pessoa, isso signfica que essa pessoa demonstrou, de alguma forma, resistência para aceitá-las. De outra forma, não seria necessário repetir tantas vezes até que ela finalmente internalizasse.

Finalmente, nosso último phrasal verb: TO HAMMER AWAY AT. Imagine que, no Português, quando gastamos muito tempo trabalhando em alguma coisa, dizemos que quebramos/martelamos a nossa cabeça. Essa associação pode ser muito útil pra entendermos a seguinte frase: She HAMMERED AWAY AT her PC all night and finished the project. (Ela quebrou a cabeça a noite inteiro com seu computador e terminou o projeto). O phrasal verb TO HAMMER AWAY AT, utilizado nesse exemplo, se refere a esse ato de trabalhar implacavelmente até chegar ao resultado desejado. That's it for today guys. See you next time!

Idioms: man of something

The word man can represent both genders sometimes. It is a word very commonly used in idioms to describe people's behavior or character. If you know a man of his words for instance, it means he keeps his promises and does what he says. On the other hand, if you know someone who's a man of straw, that means he is easily beaten or changed, someone that's not authentic or of strong personality.

You can also be very specific when describing a man. If someone refers to a man of the cloth, they're talking about a priest. This time, as you must have noticed, it has actually to be a man. Sometimes what you're actually trying to refer to is actually the averageness of someone's profile, the lack of peculiarity. As for those average people, you can call them man in the street. Don't be fooled by the idea of what the idiom man in the street might convey. It's not necessarily about beggars or people living in the streets, but average people that walk by back and forth in the streets without any particularity.

But if someone you know is very talented in a number of different areas and ways, the opposite of a man in the street, you can call him a man of parts. If on the other hand what stands out in a person is actually his wealth, you can call him a man of means. But now imagine the next man we're going to talk about is the one people refer to while praying: God. Sometimes they may wanna refer to Him as the Man upstairs. You can imagine why they say that.

Como dizer "me sinto como se estivesse andando em cascas de ovos" em Inglês?

There are some people that are extremely touchy or easy to get angry. I've had some friends like that and the least I could say is that it's a very stressful situation to handle. When you have to watch yourself at all times in order to not wake up the monster inside of someone else's body, maybe you feel like walking on eggshells.

Can you imagine yourself walking on eggshells? It is not one of the greatest sensations. It makes you conscious of every single act you take because at any minute you might be collapsing. Try to compare that sensation to some social or specific awkward situations we go through every day. If there's any moment you feel pressured to act extremely cautiously, you could say you're walking on eggshells. It doesn't have necessarily to be attached to someone's behavior, it can also be provided by a situation you're not comfortable with. There are some people for instance that feel terrified whenever they have to make a presentation in front of several people. They could say: I feel like walking on eggshells when I give this speech. Are you one of those people? As far as I am concerned, it depends too much on the crowd. If they're my friends or people I have intimacy with, I don't feel like walking on eggshells during a speech, but if I find myself confronted by unknown looks and faces, I feel my legs literally shaking.

There is a certain variation for that idiom. A very similar sensation of insecurity to the walking on eggshells would be walking on thin ice. Thin ice may collapse at any time if you're walking on it and it offers little support just like eggshells does. Something that makes shy boys feel like walking on thin ice is dealing with girls. Especially at an early age, it can be very frustrating to try to draw girls' attention because it finally hits them girls belong to a whole different universe. I've got a childhood friend who when younger all it took for him to be terrified would be the presence of a girl around. He would act awkwardly, very cautiously, as if walking on thin ice. Up to this day, he still has a hard time trying to be natural around the opposite sex.

Wat about you? Is there any specific situation you feel like walking on eggshells? Does the opposite sex make you have the feeling of walking on thin ice? Leave your answers on the comment section. Talk to you next time!

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Vocabulário: ingredientes de um hamburger




Como dizer que alguém está obcecado por alguma coisa em Inglês?

Obsessões são o que acontece quando alguém instala uma ideia fixa na cabeça. Geralmente, nascem a partir de uma meta a ser cumprida e, de repente, se torna na prioridade mais importante do mundo. As mulheres, por exemplo, quando estão realmente dispostas a emagrecer, podem recorrer a maneiras arriscadas de se fazer dietas. Em Inglês, poderíamos dizer: She has a bee in her bonnet about dieting (Ela está obcecada por dietas).

Se você der atenção ao sentido literal da expressão to have a bee in one's bonnet, verá que é traduzido ao pé da letra como "ter uma abelha num gorro". As pessoas provavelmente passaram a utilizar essa expressão em algum momento da história por algum motivo específico, mas isso não é importante pra gente. Tente só imaginar a sensação aterrorizante de ter uma abelha presa à você. Pode ser inclusive assemelhado à forma com que as pessoas obsessivas se comportam: inquietas, perturbadas, fora de si. Veja mais alguns exemplos dessa expressão:
  • She's got a real bee in her bonnet about people keeping their dogs under control.
  • Martin has a bee in his bonnet about recycling.

Como dizer "não brigue comigo!" em Inglês?

Essa frase é muito comumente utilizada por pais de crianças. No meio de uma discussão, por exemplo, quando um menino levado insiste em discutir com seus pais, ele pode ouví-los exclamar: Não brigue comigo! Se trata de uma maneira autoritária de dizer que, na posição de filho, ele jamais deveria estar contestando as razões dos seus pais porque, além de demonstrar falta de respeito, é uma perda de tempo. Você deve estar pensando agora que traduzir esta frase para o Inglês é moleza. Só é dizer Don't fight with me! Eu não diria que você está completamente errado, mas talvez desconheça uma forma mais idiomática de dizer a mesma coisa. 

Pense que, numa discussão, há basicamente troca de insultos. Parece um jogo onde a bolinha vai pra lá e pra cá até que alguém finalmente marque o primeiro ponto. O jogo Irlandês chamado BANDY é exatamente assim. Por isso, se alguém te disser DON'T BANDY WORDS WITH ME, o que eles querem dizer na verdade é que você não deveria perder seu tempo rebatendo respostas e insultos de volta. Bandy, que é jogado com o intermédio de uma bolinha, na expressão TO BANDY WORDS nos faz imaginar pessoas rebatendo palavras literalmente entre si. Note também que bandy, originalmente usado como substantivo, passa a assumir a função de verbo na expressão. No Inglês, essa é uma prática bastante frequente.

Como dizer "de volta à estaca zero" em Inglês?

Voltar à estaca zero significa retomar ao ponto inicial, do zero, recomeçar tudo de novo. Dentro de um projeto, por exemplo, existem várias etapas até que finalmente atinja o seu ponto final. Algumas vezes, entretanto, devido à falta de planejamento, perda de arquivo ou qualquer outro motivo, é necessário voltar à estaca zero e recomeçar tudo de novo. Em Inglês, existem várias maneiras de passar esse sentido. Vamos conferí-las.

Por exemplo, imagine-se numa situação bem comum: você começa a digitar um trabalho no computador e, no meio ou quase no final dele, a energia cai e você perde todo o arquivo. Hoje em dia, o computador felizmente já desenvolveu um sistema que o proteje disso. Mas vamos imaginar que, numa ocasião especial, acontece um apagão e, quando você retoma ao computador, descobre que não tem mais nada salvo. Você com certeza irá querer dizer algo em tom de frustração como: Don't tell me I'm going to have to start over from scratch! (Não me diga que eu terei de começar tudo do zero!) TO START FROM SCRATCH significa voltar ao comecinho, onde absolutamente nada ainda foi produzido.

A segunda maneira de passar essa idea é através do idiom BACK TO SQUARE ONE. Essa expressão é um pouco mais intuitiva pra nós, brasileiro, já que é a que mais se aproxima da nossa correspondente "de volta à estaca zero". Voltando à situação frustrante citada anteriormente, suponha que, depois de descobrir que todo o seu trabalho até agora foi em vão, você opte por dizer: Don't tell me I'm BACK TO SQUARE ONE. Essa expressão assume a mesma tradução que a anterior.

Os exemplos abordados até agora se referem a situações um pouco mais específicas, àqueles momentes quando você, depois de gastar horas produzindo algo, descobre que forçadamente terá de reiniciar tudo do zero. Nosso próximo exemplo, por outro lado, é um pouco mais abrangente. Pode ser aplicado principalmente a qualquer situação onde, na tentativa de aperfeiçar alguma coisa, você mesmo decide que a única forma de alcançar resultados melhores é voltando à estaca zero. Percebeu a diferença? Neste caso, você intencionamente decide reiniciar seu trabalho pra desenvolver um plano de elaboração melhor. Dentro de uma turma de estudos, por exemplo, se você percebe que seu projeto tem dado errado até agora e, portanto, é melhor reinciá-lo de uma vez, talvez queira dizer: Let's get back to the drawing board! (Vamos reiniciar tudo!)

See you guys next time. Bye bye!

And the Oscar goes to...

Já que hoje à noite, 24 de Fevereiro de 2013, teremos mais uma cerimônia do Oscar, eu achei que seria muito conveniente tratar sobre esse assunto aqui. Todo mundo sabe que, durante os discursos de agredecimento nessas premiações, geralmente os artistas recebem um limite máximo de tempo pra falar (em torno de 45 segundos), o que obviamente sempre parece muito pouco. Esse curto espaço de tempo se torna ainda mais difícil quando, na tentativa de demonstrar humildade e consideração, o premiado quer agradecer desde os maquiadores até o diretor do filme. Se citar o elenco inteiro coubesse tranquilamente nesse tempo, até que seria uma atitude aplausível. O problema é que quase sempre acaba se tornando num clichê desperador pra quem acompanha a premiação.

Há quem nós podemos chamar de exceções nesses casos. Esses são aqueles artistas que, mesmo tendo de respeitar o limite de tempo estreitíssimo como todos os outros, provam que é sim possível aproveitar cada segundo e ainda arrasar nos agradecimentos. Eu encontrei uma lista desses pequenos e brilhantes discursos e decidi disponibilá-los aqui para vocês. Se você ainda quiser, pode memorizá-los e fingir estar agradecendo o seu prêmio. Além de ser um ótimo exercício, nunca se sabe... Confira a lista:

Morgan Freeman, Best Supporting Actor, Million Dollar Baby
I want to thank everybody and anybody who ever had anything at all to do with the making of this picture. But I especially want to thank Clint Eastwood for giving me the opportunity to work with him again.

Jamie Foxx, Best Actor, Ray
It was so much love that was hidden underneath the bottom of the earth in America and all over the world for Ray Charles. We cracked it open with this movie and now it's spilling out everywhere.

Woody Allen
Thank you very much. That makes up for the strip-search.

Cameron Crowe, Best Original Screenplay, Almost Famous
If they say, 'I don't like your movie,' it's kind of like saying, 'I didn't like your life.' And then they say, 'By the way, it was a little too long.'

Julia Roberts, Best Actress, 2000 Academy Awards
[about the 45-second limit on acceptance speeches] I'm so happy, thank you. A girl's got to have her moment. Everybody tries to get me to shut up. It didn't work with my parents and it didn't work now.

Jane Fonda, Best Actress, 1972 Academy Awards
There's a great deal to say, but I'm not going to say it tonight.

Valli O'Reilly, Best Make-up, Lemony Snickets
I'd like to formally apologize to all the actors for making them look so unfortunate. But it was worth it, wasn't it?

Sally Field, 1985 Academy Awards
I haven't had an orthodox career, and I've wanted more than anything to have your respect. The first time I didn't feel it, but this time I feel it, and I can't deny the fact that you like me, right now, you like me!

Sean Connery
You know, the Oscar I was awarded for The Untouchables is a wonderful thing, but I haven't changed and I can honestly say that I'd rather have won the US Open Golf Tournament.

Tan Dun, Best Original Score Oscar for Crouching Tiger, Hidden Dragon
My music is to dream without boundaries. Tonight, with you, I see boundaries being crossed. As a classic musical composer, I am thrilled to be honored here.

Brad Bird, Best Animated Feature, The Incredibles
Animation is about creating the illusion of life. And you can't create it if you don't have one.

Billy Crystal
Well, the way things are going, aside from wheat and auto parts, America's biggest export is now the Oscar.

Jack Lemmon
I'd rather make the cut in the Crosby than win another Oscar.

Cate Blanchett, Best Supporting Actress
Thank you to the Academy, who know Katharine Hepburn so well and are so intimately acquainted with her work. This is an indescribable surprise.

Chris Rock
[on the success of black actors] It's always good to see some color in the room that doesn't have mops.

Chris Rock
[on Jude Law] If you can't get a star, wait, you want Tom Cruise and all you get is Jude Law… wait, it's not the same thing. Who is Jude Law? Why is he in every movie I have seen in the last four years? Even if he's not acting in it, if you look at the credits he makes the cupcakes or something.


Fonte: http://quotations.about.com/od/movieandtvquote/a/oscars3.htm

Phrasal verb: TO BLOW OFF

No Dictionary.com, eu encontrei a seguinte definição para o verbo to blow: an act of producing a blast of air (Um ato de produzir um jato de ar). Em Português, pra facilitar mais, diríamos que blow corresponde ao ato de soprar. O phrasal verb to blow out segue à risca esse sentido de soprar, sendo que no caso dele refere-se mais especificamente àqueles sopros usados para apagar fogo (geralmente de coisas pequenas como velas ou fósforos), como em: She BLEW the candles OFF on her birthday cake. O que eu quero focar hoje, no entanto, é o phrasal verb TO BLOW OFF que, já adiantando pra vocês, possui sentidos que de nada a ver tem com o ato de soprar velinhas.

Quando você blow off alguém, por exemplo, você está quebrando um compromisso com essa pessoa, como em: We were going to meet last night, but he BLEW me OFF at the last minute (Nós íamos nos encontrar noite passada, mas ele quebrou o compromisso no último minuto). Em Português, se você marca um encontro romântico com uma garota num restaurante e, no final das contas, ela não aparece, você pode dizer que "levou um toco". TO BLOW OFF, neste caso, pode ser uma boa adaptação para o que, em Português, chamamos de levar um toco. Um outro phrasal verb que passa esse mesmo sentido é STANT UP, como em He agreed to meet me last night, but he STOOD me UP

Agora, quando você blow off alguma coisa (geralmente alguma atividade importante), assim como no caso anterior, você também estará ignorando, deixando de fazer. Veja este exemplo: I BLEW the homework OFF and did badly (Eu ignorei meu dever de casa e me dei mal).

Phrasal verbs com o verbo KISS

Even for those who have never been in an English class before, the word kiss must be very easy to understand. However, the next two phrasal verbs using that word have nothing to do with the action of putting your lips on someone's face itself.

The first one is TO KISS OFF. Before we go into its meaning, let's try to analyze its construction. Notice that the preposition that follows the verb to KISS is OFF. If we remember of some other verbs followed by that preposition such as drive off, race off, they will always remind us of hurrying away or leaving somewhere quickly. The phrasal verb TO KISS OFF on the other hand means to tell someone to go away instead. But why would you want to tell someone to go away from you? That must be rude, right? It is actually, and you'll only want to use that phrasal verb to someone that's been annoying you to the point you invite them to leave, as in this example: He was bugging us, so we told him to kiss off.

If you are a frequent visit around, you must have stumbled upon one of my previous posts talking about how to call a person that's always trying get into someone's favour. Those are ass-kissers, which in Portuguese would be "puxa-sacos". Maybe there's a plenty of them at your work environment, the place where they're most likely to be found. But if you had to use a phrasal verb to describe what ass-kissers usually do to their bosses for instance, would you know how to do so? They KISS UP TO them. That's our second phrasal verb with the word kiss. Take this example: He's a creep and is always KISSING UP TO the director. Talk to you next time.

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Idioms com o verbo STAND

No Dictionary.com, umas das definições para o verbo TO STAND é to be in an upright position on the feet. É realmente uma das primeiras coisas que passam na cabeça quando ouvimos o verbo stand: Uma pessoa de pé, assumindo uma posição ereta ou de alerta. Uma das simbologias para o ato de estar firmemente em pé é o de demonstração de coragem, disposição, orgulho. Poderíamos lembrar dos gestos e comportamentos que os soldados assumem quando encorporam a posição de comando. Eles esticam os seus corpos, as vezes colocam a mão ereta contra a testa ou apóiam-nas firmemente nos quadris. Pra todo mundo fica óbvio que essa é uma demonstração de coragem e de bravura, pratiotismo ou qualquer coisa que transmita orgulho, determinação. No sentido figurado, pode servir de expressão idiomática. Vamos ver!

No dia a dia, as pessoas comuns, sem necessariamente agir fisicamente como os soldados agem, também podem de alguma forma querer transmitir bravura, confiança e orgulho. TO STAND TALL, por exemplo, é um idiom que descreve bem essa atitude de forma figurada. Veja este exemplo: I can still stand tall. I'm innocent. Our athletes stand tall in the knowledge that they did their best. Se você conhece um líder, por exemplo, que tem confiança em si mesmo ou em suas habilidades, também pode descrevê-lo assim: For the first time in living memory, we have a leader who can stand tall in international gatherings.

Quanto ao segundo idiom com o verbo stand, nós podemos novamente remetermo-nos aos soldados mantendo-se firmemente em pé. Geralmente essa atitude pode levar alguns minutos ou até horas. TO STAND THE TEST OF TIME vai um pouquinho além disso. É usado geralmente para se referir a coisas valiosas (principalmente no sentido artístico) que conseguem manter-se vivas durante gerações sem serem esquecidas. O idiom ao pé da letra já é bem intuitivo: RESISTIR AO TESTE DO TEMPO. Veja um exemplo: Very little drama from this period has stood the test of time. Coisas que stand the test of time são consideradas clássicas.

Phrasal verbs com o verbo ZIP

Se você procurar no dicionário o significado do verbo zip, verá que se trata de uma ação ou movimento com velocidade ou energia. Um agir rápido, como em: I'll just zip upstairs. Em sua forma ING, zip se transforma num adjetivo que caracteriza algo rápido, ágil, repentino, como em "She moved with a zipping sound". Poderíamos considerar zip uma onomatopeia que, como já discutido aqui no blog, se trata de uma palavra que tenta imitar o som da sua própria ação. Para entender isto, note, por exemplo, que em desenhos animados, algumas vezes quando um personagem sai com muita pressa, correndo, a palavra zip pode surgir do nada na poeira deixada pra trás de uma maneira que só acontece em desenhos. Se trata de uma forma criativa do desenhista mostrar que uma ação rápida acabou de acontecer.

O que você talvez não sabia é que o verbo zip também é um formador de phrasal verbs. Os dois primeiros phrasal verbs que eu vou tratar aqui tem a ver com o que eu descrevi acima: uma ação rápida, repentina. Os último dois phrasal verbs, no entanto, terão um significado mais particular, à parte. Pra começar, imagine que quando você vai ao shopping num passeio bem rápido, a tendência é que você circule entre as lojas movendo de uma vitrine a outra rapidamente. Este sentido de se mover rapidamente entre um lugar e outro (talvez em círculos dentro de um lugar fechado como um shopping, supermercado) pode ser transmitida através do phrasal verb ZIP AROUND, como em:
  • We ZIPPED AROUND the supermarket to get the shopping done.
Ainda se tratando de uma ação rápida, nosso próximo phrasal verb com o verbo ZIP é um pouquinho mais específico. Trata-se da atitude de passar rapidamente de um lugar para outro (não entre lugares, em círculos, como no caso no phrasal verb anterior). Se você estiver num engarrafamento, por exemplo, e uma moto passar rapidamente pelos carros, você poderia dizer: 
  • The motorbike ZIPPED BY the cars stuck in the trafiic jam.
Agora, como alertei anteriormente, vamos falar sobre mais dois phrasal verbs com o verbo ZIP que passam significados mais particulares. Eu não vou apresentá-los separadamente porque eles são, de certa forma, sinônimos e podem substituir um ao outro sem perda nenhuma de sentido numa sentença. Eles são usados quando, por algum motivo, você queira pedir pra alguém se calar ou ficar quieto. Neste caso, você pode usar os phrasal verbs ZIP IT ou ZIP UP. Veja os exemplo:
  • He told me to zip it, so I said nothing.
  • He was being stupid in the meeting, so we told him to zip up.
Pra ser mais fácil para nós, brasileiros, internalizarmos esses phrasal verbs, imagine que, em Português, quando queremos mandar alguém ficar quietos ou calados, podemos pedí-los para passar um zíper na boca. É uma construção mais idomática que nos lembra muito os phrasal verbs ZIP IT e ZIP UP recém estudados.

Como se referir a regiões ou localidades específicas em Inglês?

As vezes a gente quer se referir a determinada região ou bairro específico sem propriamente citar o seu nome. Por exemplo, em Português, se você está pesquisando um lugar específico para alugar/comprar uma casa, talvez queira se informar perguntando da seguinte forma: Você saberia me dizer a base de valor das casas aqui nesta região?

Em Inglês, uma das forma bem idiomáticas das pessoas transmitirem o sentido de "esta região/localidade específica" é "neck of the woods", como em houses are very expensives in this neck of the woods. Existe toda uma história por trás dessa expressão, mas sem entrar em muitos detalhes,  tratava-se há muito tempo de um específico "assentamento da floresta". Hoje em dia, como você já deve ter percebido, é usada para designar-se a qualquer região específica tendo ou não floresta.

Como dizer "uma noitada" em Inglês?

A dica de hoje vai especialmente para as pessoas que adoram passam a noite em claro se divertindo com os amigos numa boate, bar, indo a shows, etc. Se trata de uma prática que, em Português, chamamos de noitada. Isso acontece porque, geralmente, os eventos sociais mais procurados sempre acontecem durante horários noturnos. Ter uma noitada em festa, portanto, refere-se a um evento social preferencialmente bem divertido.

Em Inglês, a forma mais comum de dizer noitada é "night out", como em My friends and I had a night out yesterday, mas pra ser ainda mais específico que se trata de uma noitada em festa, você poderia dizer, por exemplo: Let's have a night out on the tiles soon. Eu pesquisei e descobri que, assim como seu sentido literal "uma noite nas telhas" sugere, há uma associação à farra que os felinos fazem em cima das telhas à noite, principalmente no período de acasalamento.

Como dizer "no momento certo, na hora H" em Inglês?

Pra muitas pessoas, a hora H pode vir carregada de segundas intenções. Com certeza muita gente associou o título da potagem de hoje com o ato sexual. Na verdade, pode também se referir a isso. Mas imagina que hora H tem um campo bem maior de abrangência. Se alguém chega na hora H, ela pode estar atrapalhando por exemplo. Você também pode explicar a expressão "hora H" àqueles momentos em que alguém tem que realmente mostrar a que veio, momento principal de alguma performance, mostrar serviço.

Seja lá qual for o momento em que você usar a expressão, a expressão é a mesma: the nick of time. Veja:

You just arrived in the nick of time. (Vocês chegaram justo na hora H.)

Aprenda a dizer que algo é comum, louco ou excêntrico em Inglês

Muita gente que se depara com a necessidade de descrever algo como excêntrico ou louco apela logo pra o vocabulário mais básico, como crazy. O que não percebe é que está perdendo uma ótima oportunidade de aumentar o vocabulário. Isso também serve de exemplo pra muitos outras palavras saturadas de tanto serem usadas. Como conselho, eu diria que quando você perceber que está usando demais determinadas palavras, principalmente adjetivos, recorra a formas de procurar por sinônimos ou correspondentes que o tirem um pouco da sua zona de conforto. Um ótimo site pra procurar por sinônimos é thesaurus.com. Lá, voce digita por exemplo a palavra crazy e recebe uma lista de sinônimos como lunatic, demented, delirious, insane.

No entanto, na nossa dica de hoje, o sentido de louco se refere mais a atitudes ou coisas que fazemos que, na concepção da maioria, é algo incomum, excêntrico. Não é usado para descrever pessoas excêntricas, mas é usado pra descrever o que de excêntrico essas pessoas fazem. Por exemplo, se alguém que você conhece sempre vem com ideias incomuns, esquisitas, de gosto duvidoso, você pode dizer:

He has some really off-the-wall ideas (Ele tem umas ideias muito loucas).

É importante notar que off-the-wall é uma expressão bastante informal. Use-a com seus amigos ou numa conversação mas do dia-a-dia.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Como dizer "fazer um bico" em Inglês?

Hoje em dia, muita gente que já tem um trabalho fixo opta por arrumar outro emprego adicional para ajudar nas despesas. Se trata de uma prática muito comum não apenas aqui no Brasil, mas em muitas outras partes do mundo.

No Inglês, quando você faz um binco, você está moonlighting. No termo, você percebe que existe a presença do vocábulo moon, que em Inglês significa lua. Não está aí à toa. Eu diria que tem tudo a ver com ela porque, quando alguém acrescenta horas de trabalho à sua agenda, geralmente o faz em horários noturnos. Veja este exemplo: He is a teacher, but he moonlights as a taxi driver in the evenings (Ele é um professor, mas faz bico como taxista à noite).

Se você, por exemplo, tem uma vizinha que, durante o dia trabalha como secretária, mas a noite presta serviços como uma garçonete numa lanchonete, você poderia dizer: She's a secretary, but in the evening she moonlights as a waitress at a snack-bar.

Fazer bico é uma prática popular porque, já que se trata de um emprego informal, evita-se pagar qualquer tipo de imposto.

Como dizer mimar/paparicar em Inglês?

Numa família, dizem que quem acaba sendo mais paparicado é quem vem por último, o caçula. Nos primeiros anos de vida, no entanto, toda e qualquer criança que faça parte de uma família superprotetora vai com certeza experimentar muito paparico até que seja velho demais pra isso. Se bem que alguns vivem uma vida inteira nessa regalia. Quanto aos avós, bem, dizem que estes tem a fama de estragar a criança enquanto os pais tentam educá-la. É muito comum, por exemplo, encontrar alguém os aconselhando dizendo: "Você deveria parar de paparicar seus netos". Mas como você diria isso em Inglês?

Existem, na verdade, algumas formas de dizer o verbo paparicar/mimar na língua Inglesa. Uma forma de dizer a frase "Você deveria parar de paparicar seus neto" em Inglês seria "You should stop mollycoddlying your grandchildren". Eu pesquisei um pouco em relação à origem desse termo MOLLYCODDLE e descobri que existe uma certa influência francesa por trás (não que isso seja importante no aprendizado e prática do vocabulário). Mas como disse anteriormente, não existe apenas uma maneira de dizer mimar/paparicar. To paper a child é outra maneira de dizer mimar uma criança, como neste exemplo: Parents sometimes pamper their children without knowing they are doing so (Os pais as vezes mimam os filhos sem saber que estão fazendo isso). Uma criança que é muito paparicada, portanto, será a pampered child (uma criança mimada).

E, por fim, talvez a maneira mais comum e conhecida de se referir ao ato de mimar uma criança: TO SPOIL A CHILD. O verbo spoil, isoladamente, já significa estragar, prejudicar ou deteriorar. Tudo isso pode servir de sinônimo para mimar, já que este ato possui o sentido negativo de prejudicar na educação de uma criança. Isso acontece porque se trata de uma proteção exacerbada contra qualquer situação desagradável, tornando o protegido num indivíduo dependente, imaturo e despreparado pra vida. É importante também lembrar que não existem apenas crianças mimadas, existem também adolescentes, adultos mimados. Portanto, você também pode usar termos como "a spoiled girl" to se referir a uma garota muito mimada, protegida, filhinha de papai. Veja mais alguns exemplo:
  1. Parents should not spoil their children (Os pais não devem mimar seus filhos)
  2. Her parents do everything she wants. She's a very spoiled girl. (Os pais dela fazem tudo que ela quiser. Ela é uma garota muito mimada)

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Combinações com a palavra CHAIR

Para entender o quadro a seguir, perceba que, dependendo da posição das palavras na tabela em relação à palavra chair, deverão ser usadas antes ou depois dela. Pra começar, veja que no meio do gráfico você encontrará a palavra principal estudada (chair). Logo antes dela, na primeira coluna, estão listados os adjetivos que, na língua Inglesa, vem antes do substantivo. Além dos adjetivos, ainda na primeira coluna, você também encontrará os verbos que indicam a palavra chair como objeto, ou seja, que vem antes dela, como em "He flopped into the chair" (ele caiu com tudo na cadeira). Finalmente, na terceira coluna, depois da palavra chair, serão listados os substantivo formadores de nomes compostos como "chair arm" (braço da cadeira), e os verbos que vem logo depois como em "The chair creaked" (a cadeira rangeu). Portanto, além de aprender as combinações listadas a seguir, associe também o lugar que elas devem ser posicionadas em relação à palavra chair numa sentença.

(clique na imagem para aumentar)

Expressões com o verbo BLOW que significam ficar com raiva, perder a paciência, ficar irritado

In English language, I've found a lot of expressions meaning to lose temper. I don't know why they need so many expressions referring to getting angry, but I would say that as far as I know English speakers are not angrier than other people. But since there are so many expressions for that, I decided to boil them down to only expressions with the verb BLOW.

The first of them is TO BLOW A FUSE, which as you can predict, means to become uncontrollably angry, as in The laptop now won't turn on. I'm close to blowing a fuse. The second expression is TO BLOW ONE'S TOP, which means the same thing, as in I caught my girlfriend with another man. I was so mad that I blew my top and kicked him out of the house.

Up to this point, you've seen two expressions meaning to lose temper with the word BLOW. I have no clue about their origins, why people say expressions like that or anything, but I would risk saying that the verb to blow reminds us of what we do when we're extremely angry. In Portuguese, we would say esfaborar, explodir, bufar. I've met some people that once annoyed can turn into monsters. Sometimes they're normally calm, but radically change when they lose their temper. You know what else they do at these times? They BLOW A GASKET, which is our third expression. See this example: When her husband realised how much she'd spent he blew a gasket.

There are still two more expressions. I told you there were too many. TO BLOW OFF STREAM is our last but one expression, which this time means something a little bit different from the other examples. When you blow off some stream, of course it means you're angry, but you're expressing your anger or frustration in order to get rid of it. Some people do that by talking nonstop on the phone. Take this example: I've told her she can call me and talk any time she wants to blow some stream. Sometimes you BLOW OFF STREAM or LET OFF STREAM (which is another way of saying it) when you need to relax after something stressful (and not necessarily when you're angry). Example: After a long car trip, the kids need to run around a bit and let off stream.

And finally, our last expression: TO BLOW ONE'S STACK, which simply means to lose your cool/shout/become very angry, as in Don't blow your stack in front of the kids. It's a bad example.

O que fazer quando se esquece uma palavra?

No Português, nós somos mestres na arte de substituição de palavras por esquecimento. Não que somos especialmente esquecidos. O que acontece é que a nossa língua é flexível o suficiente para nos permitir improvisar vocábulos instantaneamente esquecidos, como em: João, me passe aquele negócio logo ali. Nesse exemplo, você talvez não foi capaz de saber do que se trata esse negócio, mas de forma contextualizada, João sem hesitar soube exatamente o que estava sendo pedido. Se esse diálogo tivesse sido transcrito em Inglês, João também seria tão capaz de entender a mensagem quanto foi em Português. Veja:

João, give me that thingummy / thing / thingy / thingamabob / thingamajig over there.

Como você percebe, há diversas palavras pra referir-se ao que, em Português, traduziríamos como troço, negócio, coisa. Todas, porém, com um radical em comum: thing (coisa). Fugindo um pouco desse padrão, poderíamos usar também what-cha-ma-call-it, como em:

João, give me that what-cha-ma-call-it.

Duas formas de dizer que alguém morreu em Inglês

Existem duas expressões na língua inglesa que, se traduzidas literalmente, não passam o sentido esperado de "morrer". Aqui no Brasil, por exemplo, quando se apela por qualquer expressão pra dizer que alguém entrou em óbito, algumas opções para isso são "bater as botas", "passar dessa para melhor", etc. No Inglês, não é diferente.

A primeira expressão inglesa, traduzida à risca, seria chutar o balde (to kick the bucket). Eu não sei exatamente onde mora a origem dessa expressão (e nem o nativo necessariamente sabe se não pesquisar um dia), mas o uso dela é usado muito comumente no dia a dia como neste exemplo: When did the old guy kick the bucket? (Quando foi que o velho morreu?).

"To bite the dust" é a segunda maneira de dizer que alguém morreu em Inglês. Eu me lembro que a primeira vez que eu entrei em contato com essa frase foi através de uma das músicas do Queen, Another One Bites the Dust, que pode ser ouvida através deste link. Na música, Freddie Mercury repete várias vezes o verso "another one bites the dust". Outros exemplos pra o uso dessa expresão são: A shot rang out, and another cowboy bit the dust. The soldier was too young to bite the dust.

Como escrever um e-mail/carta em Inglês

Dear Davi,

Sorry I haven't written in so long, but things have been a little crazy around here lately. How are you? I hope you're doing very wellI'm writing to thank you for a good time in São Paulo and let you know that I'm planing on spending my summer vacation with you again next year. Guess who I ran into yesterday? The girl you like. She sent you love and said you should drop her a line sometime. Isn't that amazing? Keep me posted on your love life and let me know if you get this.

All the best,
Albert.

O texto acima é um exemplo de uma carta/e-mail escrita por um estrangeiro para seu amigo brasileiro Davi com o qual se encontra todos os anos durante as férias. No texto, ele usou várias expressões úteis e apropriadas para esse tipo de escrita. Vamos analisar as que estão em negrito.

Albert decidiu iniciar a carta/e-mail por Dear Davi, mas caso preferisse adotar outras formas de dizer a mesma coisa, poderia optar por: Dear friend, ... My dearest/lovely Davi, ... Hey Davi! ... Logo após fez algo muito comum, que é se desculpar pelo tempo sem entrar em contato, dizendo Sorry I haven't written in so long (Me desculpe por não ter escrito há tanto tempo...). Depois disse I hope you're doing very well, o que é o mesmo que Hope all is well. Se, no entanto, Albert fosse um pouquinho mais específico em relação ao que ele espera estar indo bem, poderia dizer: Hope your exam went well (Espero que tenha ocorrido tudo bem com sua prova).

I'm writing to let you know... (Estou escrevendo para você saber que...)
Guess who I ran into yesterday? (Adivinha quem eu encontrei onten?)
She sent you love (ela mandou um beijo)
to drop her a line sometime (dar um alô qualquer hora pra ela)
keep me posted on... (Me mantenha atualizado quanto ao...)
Let me know if you get this... (Me avise quando receber esta...)

Como dizer "ele nasceu em berço de ouro" em Inglês?

É curioso que, mesmo que incoscientemente, quando ouvimos uma expressão idiomática do tipo "nascer em berço de ouro", é difícil não imaginarmos literalmente um bebê deitado e dormindo tranquilamente num berço feito inteirinho de ouro, o que claramente nem sempre corresponde a realidade. Mesmo quando se trata do filho de um rei, eu duvido muito que o seu berço seja necessariamente feito de ouro. Seria um gasto descenessário (eu acho).

A nossa imaginação, entretanto, não tem limites pra assimilar as expressões idiomáticas ao pé da letra. Eu diria que, ao aprender uma língua estrangeira, essa mania que a gente tem de levar tudo literalmente pode nos atrapalhar em alguns momentos e nos ajudar a lembrar de muitas coisas. Por exemplo, se eu te disser que um bebê no Brasil considerado muito rico nasce em berço de ouro, mas nos Estados Unidos eles costumam dizer que nascem com uma colher de prata na boca, seria muito mais fácil de lembrar, não acha? Pois é justamente dessa forma que eles dizem: TO BE BORN WITH A SILVER SPOON IN ONE'S MOUTH, como em She was born with a silver spoon in her mouth.

Apesar de não ser muito importante saber onde exatamente começaram a falar dessa maneira, dizem que essa expressão é associada aos tempos antigos quando os padrinhos ricos de uma criança o davam como presente colheres de prata. É importante também lembrar que, quando você for fazer a tradução da expressão to be born with a silver spoon in one's mouth para o Português, é claro que a sua adaptação será nascer em berço de ouro, não nascer com uma colher de prata na boca. Ninguém ouve um brasileiro falando assim.

That's it for today guys. Take care!

Expressões do tipo AS ... AS something

Quando utilizamos expressões do tipo “learning English is as easy as pie” (as + adjetivo + as...), queremos enfatizar a característica de alguma coisa. No exemplo dado anteriormente, pra expressar o mesmo significado, eu poderia ter dito simplesmente “learning English is easy”, mas não estaria enfatizado o quão fácil é aprender Inglês. Esse formato, como você já deve ter percebido, expressa exagero e é apelativo. Na postagem de hoje, vamos aprender algumas dessas expressões pra usar nas oportunidades em que queremos caracterizar alguém ou alguma coisa de maneira bastante chamativa.

Por exemplo, todo mundo tem um amigo mais calmo, tranquilo, pacato. Se, no seu caso, no entanto, um dos seus amigos for realmente supertranquilo, e você quiser enfatizar justamente o nível de tranqüilidade que essa pessoa tem, poderia dizer: My friend’s as cool as a cucumber (meu amigo é supertranquilo).

Vamos supor agora que você fez parte de uma campanha que, na época, era muito popular, agora, entretanto, não é nada mais que irrelevante, antiquada, morta e superada. Pelos adjetivos que eu acabei de usar, dá pra perceber que a coisa está bem frisada, enfatizada. Nesse caso, pra não utilizar tanto adjetivo, você simplesmente iria querer dizer: The campaign is now as dead as a dodo (A campanha está agora completamente morta). Ainda falando em algo morto, a nossa próxima expressão assumirá o significado literal do adjetivo. Veja: The flowers are all as dead as a doornail (As flores estão completamente morta).

Finalmente, se você conhece dois irmãos que sejam opostos entre si, talvez queira descrevê-los dizendo: The two brothers are as different as chalk and cheese (Os dois irmãos são completamente diferentes).

Algumas expressões úteis com o verbo DO

O verbo DO, em seu sentido literal, significa fazer. As expressões que serão estudadas hoje, por sorte, são relacionadas justamente a esse sentido mais óbvio dessa palavra. Use-os quando quiser dar instruções a alguém sobre como realizar determinadas tarefas.

Por exemplo, as vezes pedimos favores a alguém deixando as decisões secundárias nas mãos dela. Se você for encarregado de fazer alguma coisa, mas está nas suas mãos escolher a decisão ou a forma mais correta de fazê-lo, alguém pode te dizer: Do as you think best. (Faça como achar melhor), ou Do as you wish (Faça como desejar), Do as you please/like (Faça como quiser).

Se a forma ou o resultado dos seus afazeres não interessar muito, você pode ser avisado como: Do it any way you can (Faça de qualquer maneira). Se o que interesar, no entanto, for a urgência, alguém vai provavelmente lhe dizer: Do it as soon as possible (Faça o mais cedo possível). Falando em favores, atos que lembram boas ações, você pode dá o seguinte conselho a alguém: Do good for its own sake (Faça o bem sem olhar a quem).

Pra finalizar, se quiser garantir que alguém se esforce pra fazer algo, diga: Do you best (Faça o seu melhor). That's it.

Inglês com música: Dream a little dream of me

English version: According to Wikipedia, "Dream a Little Dream of Me" is a song, from c.1931, with music by Fabian Andre and Wilbur Schwandt and lyrics by Gus Kahn. It was first recorded in February 1931 by Ozzie Nelson and also by Wayne King and His Orchestra, with vocal by Ernie Birchill. More than 60 other versions have been recorded, but some of the highest chart ratings were in 1968 by Mama Cass Elliot with The Mamas & the Papas.
Portuguese version: De acordo com a Wikipedia, Dream a Little Dream of Me é uma música de 1931 com produções musicais de Fabian Andre e Wilbur Schwand e escrito por Gus Kahn. Foi inicialmente gravada em Fevereiro de 1931 por Ozzie Nelson e também Wayne King e Sua Orquestra, com vocal de Emie Birchill. Mais de 60 diferentes versões foram gravadas, sendo que as notações mais elevadas de audiência aconteceram em 1968 por Mama Cass Elliot com The Mamas & the Papas.

Eu escolhi a versão em que Ella Fitzgerald e Louis Armstrong cantam juntos. Aprecie a música através do vídeo abaixo e, enquanto isso, acompanhe a letra. Só depois vamos à análise das partes em negrito.

Dream a Little Dream of Me

Stars shining bright above you;
Night breezes seem to whisper 'I love you?
Birds singing in the sycamore tree.
Dream a little dream of me.

Say nighty-night and kiss me;
Just hold me tight and tell me you'll miss me.
While I'm alone, blue as can be,
Dream a little dream of me.

Stars fading but I linger on, dear---
Still craving your kiss.
I'm longing to linger till dawn, dear,
Just saying this...

Sweet dreams till sunbeams find you---
Sweet dreams that leave all worries behind you.
But in your dreams, whatever they be,
Dream a little dream of me.

Stars fading but I linger on, dear---
Still craving your kiss.
I'm longing to linger till dawn, dear,
Just saying this...

Sweet dreams till sunbeams find you---
Sweet dreams that leave all worries far behind you.
But in your dreams, whatever they be,
Dream a little dream of me.

Glossary:
  • night breezes seem to whisper "I love you" - brisas noturnas parecem sussurrar "eu te amo". As brisas sussuram quando emitem um som suave e misterioso através do vento. Além de sussurrar, as brisas também podem blow (soprar), come off the sea (vir do mar), drift (flutuar), ruffle/stir/rustle the grass (agitar a grama). Na música, as brisas são noturnas, mas também poderiam ser faint (fracas), slight (leves), soft (suaves), stiff (fortes), sudden (repentinas), cold/cool/fresh (frescas), northely (do norte), westerly (do oeste).
  • the sycamore tree - o sicômoro. Na foto ao lado você ver essa espécie de figueira das margens do Mediterrâneo, conhecida como sicômoro. Se trata de uma árvore big/great (grande) high/tall (alta), huge/mighty/massive/large (imensa), large (de grande porte), shade (de sombra), woodland (de floresta). evergreen (perene).
  • say nighty-night - uma forma carinhosa e infantil de dizer "boa noite". Há outras maneiras de desejar uma boa noite de sono além do manjado "good night", como sleep tight/sleep well (durma bem), sweet dreams (tenha bons sonhos), don't let the bedbugs bite you (boa noite e bons sonhos).
  • blue as can be - muito triste. To feel blue é uma entre muitas expressão idiomática que usam de cores para expressar sentimentos. Além de blue, você também pode see red (sentir muita raiva), como em Jessica was seeing red when her computer suddenly crashed, green with envy (verde de inveja), como em When George brought home his expensive car, his neighbor Bill was green with envy, to be beyellow-bellied (ser covarde, medroso), como em He was a yellow-bellied cowboy. He always ran away from a fight, to be tickled pink (ficar muito feliz), como em John asked Nancy to marry him. He was tickled pink when she said yes.
  • stars fading - estrelas desaparecendo. As estrelas podem desaparecer em momentos mais escassos, mas na maioria das vezes, sempre que avistar uma, ela provavelmente vai estar sempre shinning/twinkling (brilhando).
  • to linger on - aguentar firme (sobreviver, mesmo estando doente ou depois de ter enfrentado muita dificuldade). Exemplo: The injured driverlingered on for a week. O phrasal verb, além do significado já comentado, pode simplesmente se referir a algo que fica, pega, permanece, mesmo quando não deveria mais. Exemplo: Sarah had gone but the smell of her perfume lingered on.
  • to crave - desejar intensamente. No caso da música, o eu lírico estava craving your kiss (desejando intensamente por seu beijo). Pra passar a mesma ideia, ele também poderia estar aching for your kiss, crying out for your kiss, dying for your kiss.
  • sunbeams - raios de sol. Uma outra forma de dizer sunbeams é aurora.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Vocabulário: Reencontrando pessoas depois de um tempo

Com tanta correria, acontece as vezes da gente passar muito tempo sem rever alguns parentes ou amigos. O estudo de vocabulário de hoje será voltado justamente pra o que dizermos nesses momentos raros de reencontro, maneiras de expressar surpresa e alegria ao reeconntrar alguém querido/conhecido.

I don't believe it! (Não acredito!). É assim que algumas pessoas mais efusivas se expressam ao encontrarem com alguém afastado. Se você for mais neutro, talvez queira apenas dizer: Hey! Long time no see! (Nossa! Quanto tempo!), It's so good to see you! (Que bom ver você!), It's been so long! (Nossa! Quanto tempo!). As vezes a outra pessoa então pergunta: How long has it been? (Faz quanto tempo, hein?) e, depois de você responder, ela retruca: Has it been that long? (Tudo isso?) How time flies! (Nossa! O tempo voa!).

Agora chegou o momento de colocar o papo em dia. Alguns optam por fazer qualquer tipo de comentário sobre a aparência, como: You look great! (Você está ótimo), ou até: You haven't changed a bit. (Você não mudou nada.). Se for uma mulher, não existe elogio melhor que perguntar: Wow! Have you lost weight? (Nossa! Você emagreceu?)

Geralmente, dentro desse meio tempo sem se ver, acontem algumas coisas marcantes na vida da pessoa, como um casamento por exemplo. Nesse caso, você vai querer dizer: I heard you got married (Soube que você se casou). Se você, por outro lado, não tem qualquer referência nova sobre o que anda acontecendo na vida dela, provavelmente fará algumas perguntas como: So what have you been doing (Então, o que anda fazendo?), What have you been up to (O que você tem feito de bom?) ou What are you doing now? (O que você está fazendo agora?), Are you still working at...? (Você ainda está trabalhando na...?), Are you still at the same number? (Você está no mesmo telefone?), Are you still living in...? (Você ainda mora em...?), etc.

Finalmente chegou a hora de se depedir. Você, no entanto, quer garantir que esse afastamento não venha acontecer novamente. Então você diz: We need to keep in touch more often (Nós precisamos nos falar mais vezes) ou o mais comum: Don't be such a stranger! (Vê se não some!).

That's it guys. I hope you liked it!
Fonte: MARTINEZ, Ron. Como dizer tudo em Inglês? Editora Campus.

Phrasal verbs com o verbo LEAP

Janice is a 15-year-old girl who since very little has dreamed of becoming a top model. One day, when she was shopping with her mom, a fashion agent approached them asking if she would like to visit her agency to take some pictures. The agent said he was looking for a girl that suited a newly launched teenager clothing company and that Janice's face had LEAPT OUT AT him the second he saw her. It goes without saying that Janice LEAPED AT the chance to visit. Her mother on the other hand was skeptical at first, but very soon LEAPT ON the proposal to make her daughter's dream come true.

TO LEAP OUT AT - Be very noticeable
TO LEAP AT - Take an opportunity enthusiastically
LEAP ON - Show interest in or try to use something  to your advantage

Fonte: http://www.usingenglish.com/reference/phrasal-verbs/search.php?q=leap&searchtype=verb

Vocabulário: sons que pessoas, animais e coisas fazem

Eu já estava há algum tempo curioso pra aprender mais sobre vocabulário relacionado aos sons que as pessoas, animais ou coisas fazem. Na maioria das vezes, no entanto, quando você se esbarra pela primeira vez com uma dessas palavras (que expressam o tipo específico de um som), é bem possível adivinhar o significado delas porque, além de vir acompanhada pelo substantivo praticante da ação (neste caso, o causador do barulho), se tratará na maioria das vezes de uma onomatopeia. Não sabe o que é onomatopeia? São aquelas palavras que imitam o som que elas expressam como, por exemplo, o verbo BUZZ que remete ao ato de zumbir que as abelhas fazem, como em Bees buzz as they fly about collecting pollen, ou o som de HUM, quando estamos cantarolando sem pronunciar uma palavra, como em: I like to hum as I do the cleaning around the house.

Ainda como uma onomatopeia, temos também o verbo BOO. Pode adivinhar o que ela significa? Isso mesmo. É o som que emitimos quando queremos assustar ou intimidar alguém, como em The crowd booed the politician to show their displeasure.

Onomatopeias me lembram muito da infância. Toda criança, por exemplo, tem uma fascinação especial por bichos. As vezes, elas podem até desconhecer o nome do animal, mas sabem direitinho emitir o som que ele faz. A vaca é um bom exemplo. Sempre que alguém quer imitá-la, seja lá qual for a língua, vai apelar pelo MOO. No Inglês, não apenas serve como imitação, mas também verbo, como em The cow mooed loudly as it tried to scare the men walking through the field.

Ainda se tratando de animais, o verbo que remete ao som que a cobra faz é HISS, como em The snake hissed at the hiker to warn him away. Quando o cavalo relincha, em Inglês ele está NEIGHING: The horse neighed as it came to a stop. Aquele ruido de um rato rangendo que, para as mulheres é aterrorizante, em Inglês traduz-se como SQUEAK, como em: The little mouse squeaked as it looked for food throughout the house. O som agradável de um pássaro CHIRPING (cantando): The little songbird CHIRPED happily from the bush. O corvo, por sua vez, SCREECH toda vez que ver alguém se aproximando: The crow screeched in the distance when it saw the people approaching. Quanto ao cachorro, todo mundo que tem um de estimação sabe que, uma vez solitário, vai WHIMPER (choramingar, ganir), como em The dog whimpered because it missed its owner.

Acho que já terminamos com os animais. Vamos agora para os sons emitidos pelas nossas ações. Um bom exemplo pra começar é o som que ouvimos quando mergulhamos na piscina: SPLASH. Exemplo: Tom splashed loudly when he jumped into the swimming pool. Que tal o barulho estridente de alguém batendo as panelas? Em Inglês, uma maneira de mandar alguém parar de fazer isso é: Could you please be quiet? You're CLANGING those pots and pans and it's driving me crazy.

O próximo verbo vai cair como uma luva principalmente pra quem sofre de asma (como eu) ou que simplesmente está fora de forma. Sabe quando a gente ofega depois de correr muito ou praticar exercícios físicos intensamente? Em Inglês, você está PUFFING (ofegando, esbaforando). Veja este exemplo: I stood puffing hard after the two mile run. Que tal o som arrepiante que os nossos dentes fazem? Em Português, diríamos ranger, em Inglês GRIND, como em Don't grind your teeth! You'll wear them down. Sons que geralmente são caracteristicamente usados para descrever sons de animais como o verbo HOWL, que significa uivar, emitido por lobos ou cachorros, também podem ser usados com pessoas de forma figurada. Alguém, por exemplo, pode uivar de dor: Sarah HOWLED in pain when she stubbed her toe on the door.

Muito bem. Já aprendemos sobre os sons característicos dos bixos, alguns dos ruídos provocados pelas nossas ações, agora vamos aos sons emitidos por coisas. Pra nós, que moramos no Brasil, país tropical, pode nunca ter acontecido, mas se pisarmos em gelo ou neve, vamos ouvir o barulho dele se quebrando, algo que, em Português, usaríamos palavras como triturar, ser mastigado ruidosamente. Em Inglês, quando isso acontece com o gelo, ele está CRUNCHING: The icy snow CRUNCHED underneath my feet as I walked across the fiel.

Sabe o som repentino e agudo que sai do pneu quando está sendo esvaziado? Em Inglês, o nome desse ruído é WOOSH, como em: The air left the tire with a great WOOSH. Até o som do computador, principalmente durante a noite, quando está processando informação, emite um certo zumbido que em Inglês é WHIR: The computer whirred as it processed the data. Em Inglês, o verbo usado para se referir ao som de um riacho escorrendo, som este que pode ser bem relachante e agradável, é GURGLE: I could hear the small brook GURGLING in the background.

Veja mais alguns outros exemplos de ruídos emitidos por coisas:

  • The broken part rattled inside the gadget. (A parte quebrada sacudiu dentro do aparelho.)
  • The modem pinged as it connected to the network. (O modem fez um pequeno ruído enquanto conectava à internet.)
  • The dishes clattered in the kitchen while he cleaned up after dinner. (Os pratos fizeram barulho na cozinha enquanto ele fazia a limpeza depois do jantar.)
  • The book dropped on the floor with a loud thud. (O livro caiu no chão com um baque forte.)
  • The crystal glass tinkled lightly when I toasted with my wife. (O vidro de cristal tilintou levemente quando eu brindei com minha esposa.)

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Inglês com música: I'll be there for you, do seriado Friends

Pra quem acompanha o blog há mais tempo, deve ter notado a minha apreciação especial pelo seriado Friends. Apesar de já fazer quase uma década desde o seu último episódio, Friends estará para sempre marcado como principal representação típica do humor americano. Em algumas postagens anteriores, eu cheguei até a analisar pedaços úteis de diálogos da série. Desta vez, vou fazer uso da música de abertura I'll be there for you, de The Rembrandts, como nossa base de estudo.

 

I'll be there for you

So no one told you life was gonna be this way [four claps]
Your job's a joke, you're broke, your love life's D.O.A.
It's like you're always stuck in second gear
When it hasn't been your day, your week, your month, or even your year, but...

*CHORUS*
I'll be there for you
(When the rain starts to fall)
I'll be there for you
(Like I've been there before)
I'll be there for you
('Cause you're there for me too)

You're still in bed at 10 and work began at 8 
You burned your breakfast so far, things are going great.
Your mother warned you there'd be days like these.
But she didn't tell you when the world has brought you down to your knees. And,

*CHORUS*
I'll be there for you
(When the rain starts to pour)
I'll be there for you
(Like I've been there before)
I'll be there for you
('Cause you're there for me too)

no one could ever know me
no one could ever see me
since you're the only one who knows what it's like to be me.
Someone to face the day with, make it through all the mess with.
Someone I'll always laugh with, even in my worst I'm best with you. yeah

[music]

It's like you're always stuck in second gear
when it hasn't been your day, your week, your month, or even your yearrrrr

*CHORUS*
I'll be there for you
(When the rain starts to pour)
I'll be there for you
(Like I've been there before)
I'll be there for you
('Cause you're there for me too)
  • your job's a joke: seu emprego é uma piada. Se você diz que alguma coisa is a joke, significa que é digno de riso, não deve ser levado a sério.
  • your love life's D.O.A. - D.O.A. é uma abreviação de Dead on Arrival ou Deteriorate On Aproche, que é um termo médico usado para referir-se a pessoas que chegam no hospital já mortas sem chance alguma de reviver. Na música, o trecho your love life's DOA foi usado ironicamente para dizer que, no momento, é impossível redespertar sua vida amorosa.
  • you're always stuck in second gear - Se um carro está stuck in second gear, significa que ele está preso em segunda marcha. Quem dirige, sabe que a primeira marcha do carro é a mais lenta de todas, utilizada para tirar o carro do ponto de partida. A segunda é um pouquinho mais rápida, mas nada comparada a quarta ou quinta, geralmente usadas em pistas livres onde o carro alcança altas velocidades. Este é o sentido literal. No figurado, se alguém está emperrado na segunda marcha (ou stuck in second gear), quer dizer que ele não está dando todo o seu potencial para chegar aos seus objetivos rápido o suficiente.
  • to burn your breakfast - Todo mundo sabe que breakfast é café da manhã. To burn breakfast significa queimar o café da manhã. Você também pode make breakfast (fazer o café da manhã), to have breakfast in bed (tomar café da manhã na cama).
  • the world has brought you down to your knees - quando o mundo tiver te derrotado/humilhado. To bring down to one's knees significa derrotar/prejudicar alguém ou alguma coisa. Não é aplicado necessariamente a pessoas, como percebido neste exemplo: The strike has brought the economy to its knees. (A greve tem prejudicado a economia.)